Atina

{{ !userNews.np1 ? 'Eu sou' : userNews.np1 }}

  • Gestor
  • Professor
  • Aluno
  • Interessado
Contato

Tags

Compartilhe Twitter Facebook

Não é novidade que os jovens de hoje já não são mais como os de antigamente. Os tempos mudaram, os alunos mudaram e as escolas cada vez mais buscam soluções para se atualizar e deixar as aula mais interessantes, produtivas e cheia de sentido!

Foi pensando nisso que a equipe gestora da Escola Técnica Itaquera I (ETEC Itaquera) promoveu um encontro de teoria e prática com o corpo docente sobre metodologias ativas. A diretora da ETEC, Marília Sclavo, conta que os professores tem muita necessidade e interesse em atividades mais participativas e voltadas para o jovem de hoje. ” Os professores tem o interesse na mudança para deixar as aulas mais atrativas, mas muitas vezes não sabe como fazer. Por isso, é fundamental ampliar o repertório do professor nessas metodologias ativas”, conta a diretora.

Professores da ETEC Itaquera I durante a formação em metodologias ativas

Essas metodologias têm se apresentado como um ótimo caminho para a transformação que se faz necessária na Educação – uma vez que tem como objetivo central incentivar que o estudante aprenda de maneira autônoma e participativa, tornando-se protagonista do seu aprendizado. Afinal:

  • estimula o protagonismo do estudante no processo educacional;
  • valoriza o papel do professor como mediador da aprendizagem, ajudando o aluno a vencer desafios;
  • respeita e estimula a liberdade de escolha do aluno frente aos estudos e atividades propostas, atendendo múltiplos interesses e objetivos;
  • valoriza e adota a contextualização do conhecimento, imprimindo um sentido de realidade e utilidade nos estudos e atividades desenvolvidas;
  • estimula as atividades em grupos, possibilitando as contribuições formativas do trabalho em equipe;
  • promove a competência de socialização do conhecimento e dos resultados obtidos nas atividades desenvolvidas.

Com atividades dinâmicas, os professores refletiram sobre os desafios de trabalhar com esse tipo de proposta na escola e saíram do encontro com caminhos possíveis para introduzir as metodologias ativas na sala de aula. “Foi notável o envolvimento dos professores durante a oficina. Era possível perceber a empolgação do grupo durante as atividades”, relata Marília. 

Na mídia

Dar voz à Educação