Atina

{{ !userNews.np1 ? 'Eu sou' : userNews.np1 }}

  • Gestor
  • Professor
  • Aluno
  • Interessado
Contato

seta2Assista!

Tudo começou em 2012, quando o professor Adaltro Araújo Silva participou da primeira turma de formação do programa Ciência na Escola, uma ação estruturante da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, coordenada pelo Instituto Anísio Teixeira (IAT). O contato com a metodologia o fez buscar novos caminhos para a sua prática como professor.

De volta à sala de aula em Valente (BA), Adaltro percebeu um grande potencial de expandir o momento que tinha com seus alunos para além do horário normal e resolveu testar a metodologia do Ciência na Escola no clube de Ciências, fundado com os alunos.

Inicialmente de forma voluntária e com reuniões aos finais de semana, o Clube de Ciências Equilibrium do Colégio Estadual Wilson Lins foi tomando forma e mais adeptos. Alunos do Ensino Médio, cansados das aulas tradicionais desestimulantes, procuravam o Clube para criarem seus próprios projetos, que tivessem a ver com seus interesses. E foi assim que começaram a surgir trabalhos incríveis, como o “Xadrez – ferramenta pedagógica na Matemática” dos alunos Bruno Lopes Araújo e Robson Ribeiro dos Santos, vencedores da Feira de Ciências e Matemática da Bahia (Feciba) em 2014. E mais recentemente, a aluna Alice Santos Mascarenhas, com o projeto “Evolution – Proposta De Nova Descendência Das Aves”.

Mas, a ação do Clube não se limita aos muros do ‘Wilson Lins’. O professor e seus alunos percorrem outras escolas do município com a “Caravana Científica”, a fim de apresentar os experimentos científicos e despertar em mais jovens a paixão pela Ciência.

A ideia deu tão certo que o projeto do Clube de Ciências nas escolas foi incorporado pela Secretaria da Educação do Estado. O objetivo é incentivar mais escolas e professores a fundarem seus próprios clubes, para que mais alunos tenham a oportunidade de aprofundar assuntos que têm interesse.

O professor Adaltro comemora os resultados de um trabalho apaixonado: pela segunda vez consecutiva acompanha seus alunos vencedores da Feciba na maior feira de ciências estudantil, a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE). Em 2016, o reconhecimento do seu trabalho em âmbito nacional já veio com a nomeação de um dos 10 finalistas ao prêmio Professor Destaque da FEBRACE.

 

Cases

Gente que enriquece nosso caminho